Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

embriaguez_lunática

embriaguez_lunática

Pensamentos_lunáticos#5

Procurei-te a noite inteira, em vão corri o mundo dos sonhos, pois vens somente quando te dá na “telha”, na imensidão desse teu olhar percorri os mais duros caminhos, queria descobrir o que me reservava esse amor, foram montanhas e planícies de olhares e sorrisos, carinhos disfarçados de tempestades tropicais. Mas nada encontrei, somente medo, sim medo de falhar, medo de magoar. Sem perceberes que a ferida aqui já é cicatriz. E nesse entrave pergunto se valera o preço de ter medo e não avançar. Creio que não, acredito que um dia quando a coragem te abundar serei eu que não vou querer pisar um chão que não é o meu. E nesse dia talvez sejas tu a percorrer os sonhos á procura do meu olhar, um olhar que poderá estar escuro sem brilho porque o medo o apagou, por um ciclone chamado decepção.

 

4 comentários

Comentar post