Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

embriaguez_lunática

embriaguez_lunática

Pensamentos_lunáticos#5

Procurei-te a noite inteira, em vão corri o mundo dos sonhos, pois vens somente quando te dá na “telha”, na imensidão desse teu olhar percorri os mais duros caminhos, queria descobrir o que me reservava esse amor, foram montanhas e planícies de olhares e sorrisos, carinhos disfarçados de tempestades tropicais. Mas nada encontrei, somente medo, sim medo de falhar, medo de magoar. Sem perceberes que a ferida aqui já é cicatriz. E nesse entrave pergunto se valera o preço de ter medo e não avançar. Creio que não, acredito que um dia quando a coragem te abundar serei eu que não vou querer pisar um chão que não é o meu. E nesse dia talvez sejas tu a percorrer os sonhos á procura do meu olhar, um olhar que poderá estar escuro sem brilho porque o medo o apagou, por um ciclone chamado decepção.

 

Ser perfeito...

Na retidão de ser perfeito, vais descobrir que a completude não existe, porém a exactidão do que é, trata-se da mais singela forma de afinação. A vida irá encarregar-se de demonstrar a mais bela forma de ser sublime, iras desvendar que o ideal não existe somente aproximação. E nesse dia conseguirás ser feliz, nem que seja apenas por um instante. A mim resta-me esperar que nesse momento seja eu que te acompanhe.

Evidente#demais

É evidente que eles se querem, é notável o desejo que nutrem um pelo outro, ela avança e ele recua, mais tarde o ele investe e ela suspeita; e neste "joguinho" caminham os dois. Sempre na dúvida, será que sim será que não. Hoje quando te vi, senti-me completamente trémula, queria voar para os teus braços e num abraço perfeito confessar que te quero!! Queria ter segurado a tua mão e sentir os teus dedos entrelaçados nos meus e num gesto de carinho terminar com um beijo caloroso, somente para entenderes que não é só loucura, que não é ilusão, é sim um desejo mutuo que não controlamos. Podemos fugir eternamente, fingir que esquecemos, mas jamais poderemos apagar o sentimento que aqui coabita, e à espreita aguarda o momento em que a vergonha mingue e a coragem demonstre habilidade para crer que podemos ser felizes juntos.

és assim...

Existem pessoas que conseguem levar todos os medos que carregamos e tu és assim, bastou chegares junto de mim para me levares todos os pesadelos, por momentos apagaste todos os problemas que carrego.

És assim, ou fazes-me assim. Impressionante, és algo que não consigo controlar, és uma emoção tão boa e tão má, és o certo e o errado. És especial e não tens noção disso ou não queres ter, és uma loucura que me faz bem, sem mesmo nunca teres sido nada. Sabes-me bem, olhar-te é o suficiente para estampar este sorriso que trago hoje, mesmo que a vida não esteja para sorrir. O som da tua voz acalma-me e leva-me para longe, a tua respiração beija-me e estimula todos os meus sentidos. A pela arrepia-se sem me tocares, o meu olhar denuncia-me, mesmo que eu finja que não quero saber de ti. É incontrolável este sentir. Se é amor não sei...o que sei é que me fazes bem, és tu que me fazes sentir completa, enches-me a alma de emoções, consegues preencher o meu coração...

Uma mistura agridoce

Uma mistura agridoce, uma sensação de inacabada, um desejo incompleto, uma fórmula imprecisa. Éramos um abrigo primoroso, que fazia a delicia de ambos, éramos o segredo guardado num coração congelado. Fomos saudade e lembranças, éramos o ontem e o hoje, sem nunca termos sido um amanhã. Agora nada somos, mesmo que a vontade seja gigantesca, haverá sempre um motivo que bloqueia, haverá sempre uma condicionante que nos fará recuar. E perdidos iremos continuar, eu embriagada pelo desejo que carrego, na anseia de um beijo prometido, de um toque anunciado e de um olhar marcado pela saudade que caminha ao meu lado, já tu, iras culpar-me eternamente pelo desperdício deste amor, pelas escolhas, pelas atitudes e falta delas…

Pensamentos_lunáticos#4

Tens um dom que nem tu mesmo comandas, se ou menos noção tivesses do estrondo que me provocas, se ou menos tivesses perceção de como te quero num abraço sem fim, num beijo inacabado. Esse poder da tua voz que perturba o meu ser, assim como uma borboleta perturba um coração disfarçado de estomago, o teu sorriso inquieta-me, fazes a delícia do meu dia, bebes do mesmo desejo que eu, sabes perder-te em mim, e depois pedes-me para não tomar mais deste sentimento quando és tu que me dás de beber.

 

Não ata nem desata!

Provavelmente és a maior insensatez, naturalmente o maior absurdo, com certeza és a maior loucura, és uma terrível embriaguez lunática, de um sentir que se apoderou de mim, e por mais que renegue não me permite ficar sóbria. Por mais que me afaste, por mais que não te procure, vens e tudo trazes á tona novamente. Não ata nem desata! A definição que melhor se encacha em nós. Tens um sorriso que me move, um olhar que me beija, um toque que me paralisa, conheces sem a menor dúvida qual a melhor forma de mergulhar no meu ser, vieste somente para provar que certezas absolutas não existem, são meras analogias com qualquer evidência.

Invasão#3

Quando julgo que esta loucura paralisou com tanta inercia e que para sempre partiste em busca de um novo sonho, vens e empurras-me. Fazes-me tropeçar novamente, e eu ainda embriagada por um desejo que não se explica, volto a sonhar-te. E neste paradoxo de sentir, volto a acreditar que podemos ser felizes. Caminho na tua direcção e tu num toque de magia vens e trazes contigo toda a ambição de me querer. Num beijo único e profundo os nosso lábios encontram-se e agora não mais se querem largar, mas de repente desperto para um novo amanhecer, e tu não estas lá, o beijo foi um sonho curto, um desejo inconsciente. A ânsia de te encontrar levantou-se comigo esta manha, o desejo caminha ao meu lado, a esperança renasceu no meu coração, talvez hoje seja o dia, talvez… 

 

desvaneios#0

Percorrer um sonho e encontrar-te nele. Cruzar o olhar e pensar que não me viste. Compreender que alcancei-te logo quando tu já não me querias ver, foram compassos diferentes que nos levaram ao abismo, ou talvez fosse somente a maré que mudou, e levou todos os teus sonhos, e nesse instante talvez tenha sido impedida de os segurar. Se algum dia despertares e ao nosso sonho quiseres voltar, torna-o autentico antes mesmo de me desalinhares. Colocar todos os satélites em ordem tem sido complicado a inexistência da gravidade torna tudo mais dificil, assim como a tua ausência trasforma os meus dias mais vazios. Saber que estás não têm sido suficiente para mim, gostava de saber que és, ou de outro modo que somos. E apesar dos nossos universos estarem distantes, ainda assim acredito que um dia será um único, maior e mais solido.