Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

embriaguez_lunática

embriaguez_lunática

És_*

Existem ligações inseparáveis, ligações que vão continuar perfeitas mesmo sem se tocarem, existem pessoas que te vão acompanhar para sempre, mesmo que não caminhem do teu lado, existem momentos que te farão companhia por tempos infinitos. E Tu És a pessoa que me irá acompanhar para sempre, És aquele abelhudo que me trás consigo, mesmo que seja impossível, És aquele que colocas um sorriso nos meus lábios, mesmo nos dias em que somente as lágrimas teimam em cair; És aquele que me entende com um olhar, És a medida perfeita para mim, És a loucura que perdi, És aquele que que me amou pela essencia do que sou, e não pelo corpo fui, és a magia que um dia criamos, És o desejo que nunca se perdeu, És um passado lindo, um presente falhado, e um futuro que quero viver. És a vela no escuro, És o doce no meio do amargo, És o pássaro que libertei, És o mesmo pássaro que nunca quisera voar e eu forcei. És a alegria no fundo da tristeza, és a boca que beijei, os lábios que deixei, o sorriso que perdi.

E serás sempre o Homem que eu amei…amo...amarei...

...#1

Foram tempos diferentes, compassos perdidos no meio da multidão, foram janelas fechadas e portas trancadas. Foram dias e noites a correr para te alcançar, foram montanhas e planícies de sonhos inalcançáveis. Já não poderíamos ser mesmo nada, se nada quisemos ser um para o outro. Agora, tu ai escondido no teu abrigo e eu embrulhada na imensidão deste meu vazio, questionamos-nos se foi esse o melhor trilho. Temo que não tivesse sido, porem foi o que escolhemos e será esse que nos transportará para o futuro. Lamentar é fútil, sem preceito. Viver na ilusão do que poderia ser…essa sim será a maior prisão de um Homem, e esse itinerário não será meu. A ti, deixarei espaço no coração, pois é inevitável que te carregue nele. Mas dai a persistir, vai uma grande distancia. O que tiver que ser, será.

Quando o passado retorna...

Andei metade da minha vida a tentar arrumar um passado muito feliz, no entanto carregado de mágoas, andei a vacinar-me contra ele, ganhei anticorpos, e de repente o passado apresenta-se no presente, e como se nada fosse disse: voltei, aqui estou eu de novo para te atormentar. Agora pergunto eu, com as gavetas todas arrumadinhas, com tudo organizado, chegas e desarrumas tudo de novo, vens e queres levar-me contigo, sem destino traçado, sem compromisso marcado, o que pretendes? Chegaste e já causaste um Tsunami na minha vida. Não podes, não poderei conceder-te esse poder. Já passaram muitos anos, tudo mudou…o passado não será igual no presente, nunca…e o pior de tudo, é que quando o passado retorna ainda mexe muito comigo.